DEVOCIONAIS

O rei Ezequias tinha certeza de que o rei da Assíria atacaria Jerusalém. Era só uma questão de tempo. Ele reuniu seus conselheiros e esforçou-se para levantar as defesas e preparar a cidade. Então reuniu o povo e lembrou-o de que, independente do tamanho do exercito adversário, Deus era maior, “E o povo ganhou confiança”. Ao reconhecer e relembrar quem era Deus, todos se fortaleceram.

Não é errado temer o que vemos que pode acontecer. É realismo. O errado é não buscar o auxilio de Deus imediatamente e não humilhar-se em adoração diante dele. Entre outras coisas, nosso louvor lembra o inimigo de quem é Deus e quão bem o conhecemos. Sempre tenha em mente que o inimigo não quer que você adore a Deus. Portanto, toda vez que tentar construir um altar a Deus em sua vida, o inimigo vai procurar deter.

Ultimamente você tem sentido alguma oposição assustadora? Tem sentido o inimigo de sua alma preparando-lhe um grande ataque? Fica confuso ao ver quão pequena é sua força em meio a tudo? Não se preocupe, ore e lembre: “Porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que está no mundo”(1Jo 4:4)

Quando o rei Ezequias enfrentou um inimigo poderoso, contou a verdade ao povo - Deus é maior. Tenha em mente que, ao reconhecer e louvar a Deus em meio a oposição do inimigo haverá muito mais poder em você que nele.


Todos gostaríamos de experimentar a perfeita paz, mas, ao olhar o mundo, nossa vida e nosso futuro, é difícil imaginar que a paz que experimentamos possa vir a ser perfeita. Embora Deus nos prometa um futuro cheio de esperança e bênção, ele não virá automaticamente. Há coisas que nós devemos fazer. Uma delas é orar (Jr 29:11-13). Outra é obedecer a Deus.

Sempre que orar e obedecer, estará investindo em seu futuro. Embora viva em um mundo onde sua vida pode mudar num instante e não tenha certeza de como será o amanhã, Deus é imutável. Você talvez não conheça os detalhes do porvir, mas pode estar certo de que Deus conhece e vai conduzi-lo em segurança. De fato, a maneira de alcançar o futuro que Deus tem pra você é andar junto do Senhor hoje.

Andar com Deus não significa ausência de obstáculos. Satanás os providenciará. Enquanto Deus planeja um bom futuro para você, o Diabo também está agindo. A diferença é que o plano dele não é bom. Entretanto, se você estiver andando com Deus, vivendo em obediência e na Palavra, adorando só a ele e orando sem cessar o plano diabólico será frustrado.

Seu futuro está nas mãos de Deus. A única coisa de fato importante é o que ele diz a respeito. Ele não quer que você se preocupe com seu futuro. Deus deseja que você se ocupe dele, porque ele é seu futuro. Lembre-se que você é filho de Deus e Ele te ama. À medida que andar com o Senhor, você se assemelhará cada vez mais a ele (1Jo 3:1-3). Enquanto o contemplar você será transformado “segundo a sua imagem [...] com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor que é o Espírito” (2Co 3:18). À medida que viver com ele, o Senhor o levará de força em força.

Deus busca pessoas que se comprometem a viver conforme a vontade e os propósitos dele. Você é uma dessas pessoas. Ore para que esteja preparado e pronto para quando Deus disser: “Esta é a hora”, e as portas da oportunidade se abram. Continue agir corretamente e, quando menos esperar, receberá um chamado de Deus para realizar sua tarefa.

A paz perfeita pode ser uma realidade. Lembre-se: Deus “é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós” (Ef 3:20). Ele tem mais do que você pode imaginar. E agora “que o Deus de esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo” (Rm 15:13).

Matenha-se concentrado em Deus. Como escreveu Isaías, Deus vai mantê-lo em “perfeita paz” porque você confia nele.

3 comentários:

Anônimo disse...

Perfeito..

Dhannih Luz disse...

Muito lindo ameii

Jéssica Aline Giovanetti disse...

Maythe glória a Deus amada mana em Cristo, esta palavra certamente veio do Senhor, continue nesta tua força.

Postar um comentário